Mudanças Enem 2020

O Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) 2020 já deve ter mudanças enem 2020 para acompanhar as novas diretrizes da reforma aprovada no ano passado pelo Congresso Nacional.

Porque as mudanças enem 2020

As escolas já podem implantar o novo ensino médio, mesmo sem a definição da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), que está sendo debatida este ano pelo Conselho Nacional de Educação. A BNCC definirá qual é a expectativa de aprendizado que todos os estudantes do ensino médio no Brasil deverão ter ao final dessa fase escolar.

O currículo contém todos os conteúdos fundamentais do ensino médio organizados por áreas de conhecimento e não mais por disciplinas, como determina a Lei 13.415/2017, além do curso técnico.

Base Nacional Comum Curricular (BNCC)

A maior prova do Brasil terá seu conteúdo adaptado ao novo ensino médio, aprovado em 2017. Parte da avaliação abordará aquilo que compõe a base comum do ensino médio e, outra, a parte flexível, tanto o itinerário técnico quanto o itinerário formativo.

Novo Enem 2020

A reforma do ensino médio aumenta a carga horária escolar, com implantação de escolas em tempo integral, divide o ensino médio em Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e cinco áreas específicas, além de permitir que as escolas contratem professores sem diploma em licenciatura para dar aulas em disciplinas da parte técnica e profissionalizante – os chamados profissionais com notório saber reconhecido pela rede de ensino.

Para as demais disciplinas, como português e matemática, os profissionais precisam ter formação específica na área, de acordo com a Lei de Diretrizes e Bases da Educação. Porém ainda existem diversas outras mudanças enem 2020.

Clique aqui para fazer suas inscrições para enem 2020.

O texto aprovado na lei sancionada, que flexibiliza a grade curricular, divide o conteúdo do ensino médio em duas partes: 60% para disciplinas comuns a todos, a serem definidas pela BNCC, e 40% para que o aluno aprofunde seus conhecimentos em uma área de interesse, entre as opções Linguagens, Matemática, Ciências Humanas, Ciências da Natureza e Ensino Profissional.

Originalmente, na MP, o governo federal defendeu uma divisão 50% a 50%.

Outro pilar da medida é ampliar a oferta de turno integral de 800 horas para 1,4 mil horas anuais, mediante financiamento da União aos Estados e ao Distrito Federal durante dez anos. As disciplinas de filosofia, sociologia, educação física e artes funcionarão como matérias optativas.

As escolas serão obrigadas a oferecer as matérias, mas ficará a cargo do aluno escolher estudar as disciplinas ou não.

Veja o que vem no Edital enem 2020 e as datas para provas.

Neste sentido, apenas matemática, língua portuguesa e língua inglesa serão obrigatórias para todos os alunos durante os três anos do ensino médio. A flexibilidade do currículo implica que os alunos terão a oportunidade de escolher em qual área do conhecimento desejam se aprofundar.

No texto aprovado do Senado, ficaram definidos cinco itinerários formativos possíveis: Linguagens, Matemática, Ciências da Natureza, Ciências Humanas e Formação Técnica e Profissional. Mas as escolas não têm obrigatoriedade de oferecer todos os percursos, nem de aprofundamento logo no 1º ano.

A ideia da reforma é que ao final de três anos, os estudantes possam obter dois diplomas: um de conclusão do ensino médio e o outro de um ensino profissionalizante. No primeiro ano, eles já terão uma preparação para o mundo do trabalho, que inclui iniciação profissional para a indústria, orientação profissional e desenvolvimento de competências socioemocionais.

Artigos relevantes:

Já no segundo ano, além das áreas de conhecimento, eles terão acesso aos fundamentos e práticas de formação para a área industrial de energia.

E, na finalização, a qual é o terceiro ano, a carga horária prevista para a formação técnica e profissional é dedicada às aprendizagens específicas do curso técnico, com possibilidade de certificações intermediárias ao longo do itinerário formativo.

Caso tenha dúvida sobre as mudanças enem 2020, pode ler outros artigos elaborados pelos professores e professoras no nosso site.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *